SIMPLES NACIONAL - novas alterações



11/08/2014




No dia 08/08/2014 foi publicada a sanção da Lei Complementar 147/2014 alterando diversos atos nas regras do Simples Nacional.

Dentre as alterações, o grande destaque da parte tributária vai para a inclusão de novas atividades à participarem do Simples Nacional. A partir de 2015, será possível abrir ou enquadrar uma empresa no Sistema do Simples Nacional das atividades destacadas abaixo. Entre em contato com a Terceirização Contábil para obter maiores informações.

 

ANEXO III – Acrescentado serviços de:

-    Fisioterapeutas

-    Corretagem de seguros

  

ANEXO IV – Acrescentado serviço:

-    Advocatícios

 

 ANEXO V – Acrescentado serviço de:

-    Administração e Locação de Imóveis de terceiros

 

 ANEXO VI – Criada nova tabela para os serviços de:

-    I - medicina, inclusive laboratorial e enfermagem;

-    II - medicina veterinária;

-    III - odontologia;

-    IV - psicologia, psicanálise, terapia ocupacional, acupuntura, podologia, fonoaudiologia, clínicas de nutrição e de vacinação e bancos de leite;

-    V - serviços de comissária, de despachantes, de tradução e de interpretação;

-    VI - arquitetura, engenharia, medição, cartografia, topografia, geologia, geodésia, testes, suporte e análises técnicas e tecnológicas, pesquisa, design, desenho e agronomia;

-    VII - representação comercial e demais atividades de intermediação de negócios e serviços de terceiros;

-    VIII - perícia, leilão e avaliação;

-    IX - auditoria, economia, consultoria, gestão, organização, controle e administração;

-    X - jornalismo e publicidade;

-    XI - agenciamento, exceto de mão de obra;

-    XII - outras atividades do setor de serviços que tenham por finalidade a prestação de serviços decorrentes do exercício de atividade intelectual, de natureza técnica, científica, desportiva, artística ou cultural, que constitua profissão regulamentada ou não, desde que não sujeitas à tributação na forma dos Anexos III, IV ou V desta Lei Complementar.

  

Equipe Terceirização Contábil

Fonte: Receita Federal




Deixar de pagar imposto declarado não é crime fiscal, é inadimplência, decide STJ
Optantes pelo Simples Nacional podem aderir ao Parcelamento Especial de débitos (PERT)
A Partir de Julho Todas as Empresas Com Funcionários Estarão Obrigadas ao eSocial
Psicólogo, será que você deve abrir uma empresa (CNPJ)?
Autorizada cobrança de contribuição sindical mesmo após reforma trabalhista


Mídia Marketing - 2013
Setor de Programação